Guitarra portuguêsa: qual é a melhor em 2022?

A música é um universo que nos rodeia a todo o momento. Quem não foi hipnotizado por uns doces acordes de guitarra portuguêsa? Desde tempos imemoriais, este instrumento musical tem-nos proporcionado experiências únicas, quer estejamos a dominar a sua arte ou a ouvir os outros em concertos ou recitais. Quer sejamos principiantes ou profissionais, não somos estranhos à sua magia.Encontrar a guitarra portuguêsa certa, no entanto, não é tarefa fácil. Uma vez que é um instrumento tão popular, há muita oferta. Daí, as dúvidas também. Se não souber o suficiente sobre o assunto, não se preocupe. Então veio ao lugar certo. Neste artigo profissional, dir-lhe-emos o que precisa de saber para se tornar um perito.

The Most Important

  • A guitarra portuguêsa é um instrumento musical de cordas e é também conhecida como a guitarra clássica ou simplesmente guitarra, uma seca. É o instrumento mais utilizado numa variedade de géneros, desde o blues, rock, pop, punk e heavy metal. Bandas famosas, artistas solistas e compositores-cantores utilizam-no como porta-música principal.
  • Na sua forma mais tradicional, a guitarra portuguêsa consiste numa mesa de som, um pescoço com uma tábua de dedos, e seis cordas. A guitarra eléctrica é provavelmente a sua variante mais popular. Existe também uma vasta família de instrumentos que inclui o ukulele e o charango, entre outros.
  • Comprar a guitarra portuguêsa certa não é uma tarefa fácil. Entre os critérios que devemos ter em conta na escolha, encontramos o seguinte: a ressonância, o acabamento dos trastes, a distância entre as cordas e o pescoço, o cabeço, a curvatura do pescoço, o material da guitarra em geral, entre muitos outros.

As melhores guitarras portuguêsas: as nossas recomendações

Fácil de aprender, bastante portátil, e ideal para experiências partilhadas em grupos, tais como viagens, acampamentos, ou reuniões familiares, a guitarra portuguêsa é o seu companheiro ideal! Mas esta popularidade é acompanhada por uma gama extremamente diversificada. Como escolher o melhor para nós? Na selecção seguinte, mostramos-lhe as opções mais recomendadas.

The Best for Beginners

The Best for Beginners


A guitarra portuguêsa Rocket de cor natural, tamanho completo 4/4 está listada como uma Amazon’s Choice. É um pacote completo que inclui o instrumento, capo, palheta, correia, e estojo. É ideal para principiantes e adequado para pessoas a partir dos 11 anos de idade.Este modelo de guitarra portuguêsa tem um design simples e elegante. As cordas de nylon são confortáveis e suaves ao toque, resultando num som harmonioso.

O melhor das variedades acústicas


Navarra apresenta um modelo de guitarra acústica portuguêsa que é um dos mais vendidos na Amazónia. e não admira! O design único em forma de dreadnought, cor preta, e o quadro de dedos em pau-rosa dão-lhe os melhores sons para baladas e melodias românticas.Esta guitarra vem com uma conveniente mala de transporte. Toda a madeira do instrumento é madeira de baixo e os trastes são de prata níquel.

Best para aqueles que querem tocar diferentes géneros de música


A famosa marca Yamaha oferece o modelo C40 II de guitarra portuguêsa. Com as suas 6 cordas de nylon, cor natural e tamanho tradicional, é ideal para diferentes géneros e estilos musicais, equilibrando o artesanato e a qualidade sonora.Os materiais desta guitarra portuguêsa são abeto, meranti e pau-rosa. É leve, compacto e confortável de jogar.

O melhor para aqueles que gostam de um estilo clássico

Não foram encontrados produtos.Se é um músico clássico, não pode perder esta guitarra portuguêsa Martin Smith W-560-N. De cor natural e tamanho 3/4, é adequado para todas as idades. As cordas são feitas de nylon e o desenho é bastante tradicional.O corpo desta guitarra portuguêsa é leve, o que é ideal para principiantes. Produz um som clássico e harmonioso que o deixará sempre satisfeito e ansioso por aprender.

Conselho de Compras: O que precisa de saber sobre as Guitarras Espanholas

O que espera com a sua próxima guitarra portuguêsa? De todos os instrumentos musicais, não há nenhum outro tão popular e versátil como este. Praticamente, é possível tocar qualquer género de música. É verdade que a oferta esmagadora no mercado não torna fácil a escolha. É por isso que preparámos uma secção com as dúvidas mais comuns dos utilizadores.A guitarra portuguêsa é um instrumento depenado, ou seja, aquele cujas cordas são feitas para vibrar com os dedos, unhas, ou uma palheta.

O que é exactamente uma guitarra portuguêsa?

A guitarra portuguêsa é um instrumento depenado, ou seja, aquele cujas cordas são feitas para vibrar com os dedos, unhas, ou uma palheta. O som é produzido por dedilhar, depenar ou depenar as cordas, que reverberam na mesa de som. A guitarra portuguêsa é também conhecida como a guitarra clássica, que é a forma mais tradicional do instrumento.

Qual é a estrutura de uma guitarra portuguêsa?

A guitarra portuguêsa consiste numa placa de som, um pescoço ao qual a placa de dedo ou traste – geralmente com um buraco de som no meio do topo (buraco de som) – é fixada, e seis cordas. Os trastes são colocados na placa de trastes para permitir que as diferentes notas possam ser tocadas. Explicamos estes componentes com mais detalhe:

  • Caixa de ressonância: amplifica ou modula um som e é também um factor determinante no timbre do instrumento.
  • Mastro: peça de madeira alongada e elaborada que vai desde a placa de som até ao cabeçote. O quadro é colocado em frente a ele.
  • Fingerboard: pedaço de madeira que cobre a frente do pescoço e onde as cordas são arrancadas para obter as diferentes notas. Se o instrumento tiver trastes, como na guitarra portuguêsa, eles são colocados na placa do dedo.
  • Strings: Cordas feitas de vários materiais (geralmente nylon nas guitarras portuguêsas) cuja vibração produz o som do instrumento.
  • Fret: Um traste é a separação que existe na tábua do pescoço da guitarra portuguêsa. São geralmente tiras finas de metal (prata níquel, níquel, ou aço) incrustadas na tábua de dedos.
  • Fret: Um traste é a separação na tábua de dedos do pescoço da guitarra portuguêsa.

Como se toca uma guitarra portuguêsa?

A posição mais tradicional para tocar a guitarra portuguêsa é apoiar a mesa de som numa perna ou, se preferir ficar de pé, usar uma correia para a segurar. Uma vez em posição, basta depenar as cordas com os dedos da mão direita (ou com uma palheta) enquanto os dedos da mão esquerda depenam ou esticam as cordas em vários pontos do pescoço. Quando se puxa uma corda a um traste, cria-se uma nota musical. A distância acústica entre os trastes é de um semitom. Geralmente, os trastes dividem o quadro de dedos em semitons. Podemos criar uma melodia se tocarmos uma nota de cada vez, um acorde se forem tocadas duas ou mais notas, ou uma harmonia se esse acorde for arpejado.As cordas de nylon são muito resistentes, têm grande durabilidade, e são também capazes de absorver cargas de choque.

A guitarra acústica e a guitarra eléctrica são as mesmas que a guitarra portuguêsa?

Não, de modo algum. Embora os três instrumentos se enquadrem na categoria macro de “guitarra” e partilhem muitas semelhanças, diferem em vários aspectos. Poder-se-ia dizer que a guitarra portuguêsa ou clássica é o instrumento mais tradicional, e os outros dois são variantes que evoluíram ao longo da história. O quadro seguinte explica as principais diferenças.

Strings Mast Resonance Box Sound
Guitarra Espanhola Nylon. Não são muito apertados.

Alargar.

Smaller.

Smoother.
Guitarra eléctrica Metal (aço ou liga de níquel). São apertados e duros Slim Não há nenhum.

Muito fraca, por isso necessita de indução electromagnética para ser enviada a um altifalante.
Guitarra acústica Metal (latão). São apertados e duros Narrower Larger.

Mais forte e mais nítida

Por que são as cordas de guitarra portuguêsas feitas de nylon

As cordas de nylon são muito fortes, têm uma longa vida útil, e são também capazes de absorver cargas de choque. São também mais flexíveis do que outros feitos de outro material e podem ser armazenados devido à sua resistência à humidade e aos solventes orgânicos ácidos e alcalinos. Material mais duro do que o nylon poderia danificar o poste de madeira. Por outro lado, se for um principiante na guitarra portuguêsa, as cordas de nylon são as cordas mais suaves que pode encontrar, e portanto as que lhe darão menos resistência ao formar cordas. Isto significa que os seus dedos irão doer menos à medida que aprende e melhora o seu nível.

Como se afina uma guitarra portuguêsa?

As cordas da guitarra portuguêsa são numeradas de baixo para cima – do mais alto para o mais baixo – com números ordinais: primeira corda, segunda corda, terceira corda, quarta, quinta, e sexta. Também recebem o nome das suas notas de afinação, que seguem a mesma ordem: E, B, G, D, D, D, A, e E. O método clássico de afinação de uma guitarra é por ouvido. Este método é também conhecido como “por unisons”. Para utilizar este método correctamente, é necessário seguir uma série de regras. Primeiro, deve afinar uma corda, de preferência a quinta, ao seu gosto ou com uma referência. O resto das cordas são afinadas de acordo com os seguintes critérios:

  • A sexta corda, tocada no quinto traste, soa da mesma forma que a quinta corda tocada no ar.
  • A quinta corda, traste na quinta corda, soa exactamente como a quarta corda, tocada no ar
  • A quarta corda no quinto traste soa exactamente como a terceira corda tocada no ar.
  • A terceira corda no quarto traste soa como a segunda corda tocada no ar (é importante lembrar esta diferença).
  • A segunda corda no quinto traste soa exactamente como a primeira corda tocada no ar.

A guitarra portuguêsa é constituída por uma mesa de som, um pescoço ao qual é fixada a placa de dedo ou traste, e seis cordas.

Como escolher a espessura certa das cordas da guitarra portuguêsa?

A espessura ou bitola de uma corda é medida pelo diâmetro da primeira corda. O calibre pode ser expresso em milésimos de milímetros (por exemplo .009, .010, .011) ou em nomes (luz extra, luz, meio). Um calibre maior tem mais volume e um som melhor, mas as cordas são mais difíceis de tocar. Cordas de calibre mais fino são mais fáceis de tocar. Cordas de bitola baixa são geralmente recomendadas para guitarristas principiantes cujos dedos ainda são sensíveis. Estes são perfeitos para solos rápidos e técnica acelerada da mão esquerda. As cordas de calibre superior são normalmente orientadas para guitarristas de rock blues, guitarristas de jazz, ou para tocar ritmos poderosos. O quadro seguinte serve de referência:

my La D G Bi E
Extra luz .008 .010 .015 .021 .030 .038
Luz superior .009 .011 .016 .024 .032 .042
Luz personalizada .009 .011 .016 .026 .036 .046
Brilhante .010 .013 .017 .026 .036 .046
light plus .010 .013 017 .028 .038 .048
Medium .011 .014 .018 .028 .038 .049
Heavy .012 .016 .020 .032 .042 .054
Extra Heavy .013 .017 .026 .036 .046 .057

Por que precisa de palhetas quando toca guitarra portuguêsa?

Uma picareta, também conhecida como plectrum, plumilla, pajuela, vitela ou uñeta, é uma peça pequena, fina e sólida, geralmente com a forma de um triângulo. É feito de vários materiais – mais comummente nylon ou celuloide – e é utilizado para tocar a guitarra portuguêsa como substituto dos dedos ou como uma ajuda extra. Têm espessuras diferentes, frequentemente etiquetadas na mesma palheta.

Possibilidade de os canhotos tocarem a guitarra portuguêsa sem problemas?

É claro! Embora não haja consenso sobre se existem vantagens ou desvantagens em deslocar o habitual estilo de tocar o pescoço da guitarra para o lado esquerdo, os modelos canhotos não são abundantes no mercado. Como resultado, muitos esquerdinos aprendem a tocar guitarra como destros (isto é, tocar guitarra com o pescoço do lado esquerdo). Outros, porém, tocam com uma guitarra “simétrica” – ou por vezes virada -, isto é, com o pescoço do lado direito e com as cordas de modo a que as cordas do baixo (cordas baixas) fiquem acima das cordas agudas. Nestes casos, o instrumento é normalmente construído especificamente para jogadores canhotos, com componentes espelhados.A posição mais tradicional para tocar a guitarra portuguêsa é apoiar a mesa de som numa perna ou, se preferir ficar de pé, usar uma correia para a segurar.

Que tamanho de guitarra portuguêsa é adequado para si?

O tamanho de uma guitarra portuguêsa é medido em fracções (1/4, 1/2, 3/4, 3/4, 3/4, 7/8, 4/4) e afecta praticamente todos os elementos da guitarra: desde o pescoço até ao tamanho da parte superior. O tamanho apropriado da guitarra é proporcional ao tamanho do corpo e o padrão é de 4/4 (para adultos), embora possa variar muito dependendo do fabricante.

  • 4/4 guitarra: até 110 cm de altura (crianças)
  • 1/2 guitarra: até 125 cm de altura (crianças)
  • 3/4 guitarra: até 140 cm de altura (crianças)
  • 7/8-guitarra: até 150 cm de altura (crianças)
  • 4/4-guitarra para altura superior a 150 cm (adultos)

Critérios de compra

Alguma vez pensou que com a guitarra portuguêsa certa, poderia ser o próximo Eric Clapton? A próxima Sabina ou Serrat? Este instrumento ocupa um dos lugares mais privilegiados na música, devido à sua popularidade e relativa facilidade de aprendizagem. Mas para isso, é necessário considerar alguns critérios de compra que o levarão à melhor guitarra possível.

  • Resonâncias
  • Superfície da prancha
  • Strings
  • Pinos

Resonance

Independentemente do género de música que escolher, a ressonância é o ponto-chave que determina a qualidade sonora do instrumento. No caso de uma guitarra portuguêsa, isto é fundamental. Muitos modelos, devido aos seus baixos custos de produção, produzem um som fraco que se traduz em notas e acordes com baixa durabilidade. Certifique-se de que a madeira da mesa de som é de alta qualidade.Cordas de bitola baixa são geralmente recomendadas para guitarristas principiantes cujos dedos ainda são sensíveis.

Fret-Finish

Geralmente, é perceptível quando as guitarras portuguêsas têm um mau acabamento de trastes porque os trastes sobressaem da placa do dedo e, não estando bem polidas e limadas, podem causar dores nos dedos. Certifique-se de que os trastes estão devidamente alinhados com o pescoço e o traste, e que são feitos do material correcto, como o níquel.

Strings

As cordas são o componente da guitarra portuguêsa que mais entra em contacto com as mãos. As cordas de nylon são melhores para este tipo de guitarra clássica, pois são confortáveis, duráveis, e não danificam a madeira do pescoço. Deve-se evitar a todo o custo os de metal ou aço. É também importante que a tensão das cordas seja adequada para tocar.

Clavijero

Deverá prestar especial atenção ao cabeçote, o local onde as cordas da guitarra portuguêsa se encontram. Normalmente a sua cor é metálica graças a uma camada de níquel, mas também pode ser dourada. Se virmos que é feito de plástico, temos de nos tornar rapidamente desconfiados e descartar o modelo. Também não é recomendado que seja feito de um metal extremamente fino.

Summary

A guitarra portuguêsa é o instrumento musical de cordas depenadas mais popular do mundo. Basta tocar ou depenar as seis cordas que compõem a guitarra para criar um eco na mesa de som, produzindo o seu som característico. O modelo português é o mais tradicional e é também referido como clássico para o distinguir do modelo eléctrico, por exemplo.A maior vantagem das guitarras portuguêsas é que se pode tocar quase qualquer género com elas, do rock ao jazz. Os materiais de que são feitos são muito importantes: a madeira do pescoço e da mesa de som deve ser de alta qualidade, assim como o metal dos trastes. As cordas são feitas de nylon nestes tipos de guitarras.Se gostou deste artigo, por favor partilhe-o com os seus contactos para que outros possam aprender tudo o que precisam de saber sobre guitarras portuguêsas. Certamente, muitas pessoas podem beneficiar desta informação antes de efectuarem a sua compra. Se desejar, pode também deixar-nos um comentário e responderemos o mais rapidamente possível, obrigado!

Por que podes confiar em mim?jornalista e copy editorSou tradutor especializado e filólogo, editor e jornalista, e trabalho em comunicação há dez anos. Tanto no campo editorial como no campo académico, gosto de trabalhar na manutenção da língua portuguêsa e na transmissão fiel de informação precisa, rigorosa e orientada para o leitor.

Deixe um comentário