Guitarra Flamenco: que é a melhor em 2022?

Alguma vez pensou em experimentar o flamenco? Este género de música não é só popular em Portugal: espalhou-se por partes do mundo tão longínquas como a América Latina e o Japão! Para fazer carreira neste estilo, é preciso não só praticar o seu canto e dança, mas também ter o instrumento certo: uma verdadeira guitarra flamenca. Sabe o que é?Pode pensar que uma guitarra portuguêsa ou clássica é suficiente para o flamenco. Não está tão enganado quanto a isso, pois há muitos guitarristas neste género que o fazem. Mas, estritamente falando, este estilo utiliza um tipo especial de guitarra que tem pouco a ver com a guitarra tradicional. Se tiver alguma dúvida, não se preocupe. Contar-lhe-emos tudo sobre isso neste artigo técnico.

The Most Important

  • A guitarra flamenca é uma variante da guitarra clássica ou portuguêsa que é amplamente utilizada, especialmente em Portugal, e, sem surpresas, destina-se ao género musical flamenco. As diferenças residem principalmente na construção, desenho e som do instrumento. E, é claro, no estilo de tocar guitarrista.
  • A guitarra flamenca tem tido tradicionalmente uma função clara como acompanhamento de canto e dança flamenca. Mas foi só em 1970 que foi reconhecido como tal, pela mão do guitarrista Paco de Lucia. O desempenho deste instrumento chama-se “toque” e existem diferentes formas de o interpretar.
  • Para encontrar a guitarra flamenca certa, é aconselhável ter em conta certos critérios de compra: os materiais do instrumento, as cordas utilizadas, a capacidade de amplificação (ressonância) e a origem do fabrico, entre outros.

As melhores guitarras de flamenco: as nossas recomendações

Paco de Lucía, Antonio de Torres Jurado ou os irmãos Conde. Estes são apenas alguns exemplos de grandes guitarristas e cantores de flamenco. Mesmo que nos sintamos muito longe destas figuras famosas, o ponto de partida é uma boa guitarra flamenca. Uma vez que pode ser difícil escolher no mercado, nesta selecção oferecemos-lhe alguns dos melhores disponíveis.

A Melhor Guitarra Alhambra Flamenco


Esta guitarra flamenca acústica de Alhambra é uma das melhores que se encontram no mercado. Feita de madeira de abeto alemã, produz um tom de canto maravilhoso.Este modelo tem um pré-amplificador electrónico que lhe permite obter todo o potencial sonoro. O pescoço da placa é feito de ébano, e a sua forma em U facilita o seu jogo. Não é para todos os orçamentos, mas se o escolher, irá durar muitos anos.

A guitarra flamenca ideal pelo preço de Admira


Se procura uma guitarra da marca Admira, não procure mais, já a encontrou! É o modelo de Málaga e oferece uma excelente relação qualidade/preço, como se pode ver.Tem uma tábua de pau-rosa, um corpo de sapele e um braço feito de mogno africano. Tem também um topo de cedro sólido e uma ligação escura nas laterais e nas costas. Se é para ti, vais adorá-lo, e se é para um presente, vais adorá-lo!

A melhor guitarra flamenca feita por Martinez


Se procura uma guitarra flamenca que dure uma geração, já a encontrou. O Martinez MFG-AS é um modelo com apenas madeiras seleccionadas: placa de ébano, topo de abeto maciço, e costas e laterais laminadas de cipreste.Também vem com uma roseta embutida e é classificado 5 de 5 estrelas pelos compradores. Não se vai arrepender de ter escolhido esta unidade.

guia de compras: o que precisa de saber sobre guitarras flamencas

Flamenco é um estilo muito distinto. Não só em termos de canto e dança, mas também na forma como é tocada. Embora muitos abordem o género com uma guitarra clássica, a verdade é que é mais natural fazê-lo com uma guitarra flamenca. Na secção seguinte, propusemo-nos a rever as questões mais comuns sobre estes instrumentos para o ajudar a fazer a escolha certa.A guitarra flamenca é uma variação muito popular da guitarra clássica, especialmente em Portugal.

O que é exactamente uma guitarra flamenca?

A guitarra flamenca ou flamenco é uma variante muito popular da guitarra clássica, especialmente em Portugal, para acompanhamento musical do género do mesmo nome: flamenco. Tal como a guitarra clássica, é um instrumento depenado: as cordas, vibradas pelo movimento dos dedos, unhas ou picaretas, reverberam na mesa de som e produzem tons.

Quais são os componentes de uma guitarra flamenca?

Como a guitarra clássica, a guitarra flamenca consiste numa placa de som, um pescoço ao qual a placa de dedo ou fretboard-usualmente com um buraco de som no centro da parte superior (buraco de som)-é fixada, e seis cordas. Os trastes são colocados na placa de trastes para permitir que as diferentes notas possam ser tocadas. Explicamos estes componentes com mais detalhe:

  • Caixa de ressonância: amplifica ou modula um som e é também um factor determinante no timbre do instrumento.
  • Mastro: peça de madeira alongada e elaborada que vai desde a placa de som até ao cabeçote. O quadro é colocado em frente a ele.
  • Fingerboard: pedaço de madeira que cobre a frente do pescoço e onde as cordas são arrancadas para obter as diferentes notas. Se o instrumento tiver trastes, como na guitarra portuguêsa, eles são colocados na placa do dedo.
  • Strings: Cordas feitas de vários materiais (geralmente nylon nas guitarras flamencas) cuja vibração produz o som do instrumento.
  • Fret: Um traste é a separação que existe na tábua do pescoço da guitarra portuguêsa. São geralmente tiras finas de metal (prata níquel, níquel, ou aço) incrustadas na tábua de dedos.
  • Fret: Um traste é a separação na tábua de dedos do pescoço da guitarra portuguêsa.
  • Atacante ou protector: armação feita de vários materiais macios que são colocados por baixo do orifício de som para evitar que os golpes e choques na parte superior, típicos do flamenco, afectem a madeira da guitarra.

É a estrutura de uma guitarra flamenca a mesma que a de uma guitarra portuguêsa?

Embora ambos os instrumentos tenham quase os mesmos componentes, as estruturas não são as mesmas. Como o flamenco é um género musical onde o canto e a dança são muito específicos, a guitarra que o acompanha varia em certos aspectos de construção, som e design, de modo a que a sua execução seja mais adequada ao estilo. Entramos em mais detalhes na seguinte tabela:

tom build execução Materials
flamenco guitarra O som é mais percussivo. Oferece menos volume do que uma guitarra portuguêsa, mas o timbre é mais brilhante A mesa de som é mais estreita do que a portuguêsa e as cordas estão mais próximas da mesa de dedos.

A distância mais curta entre as cordas e o quadro de dedos torna o jogo fácil e rápido.

Normalmente utiliza-se madeira de cipreste (dá mais plenitude de som), com um pescoço de cedro e um topo de abeto.

Como se toca uma guitarra flamenca?

A postura e técnica para tocar uma guitarra flamenca é também diferente da de uma guitarra portuguêsa. Os guitarristas flamencos, chamados tocaures, não colocam a guitarra num ângulo na perna esquerda, mas cruzam as pernas e colocam-na na perna mais alta de modo a que o pescoço fique quase horizontal no chão. Alguns jogadores modernos utilizam guitarras clássicas, mas a guitarra flamenca é mais adequada ao género porque é menos pesada: uma vez que o seu corpo é mais estreito do que o da guitarra clássica, o seu som é mais profundo e não ofusca o cantor flamenco. Entre as técnicas utilizadas pelos tocores, encontramos as seguintes:

  • Alzapúa: Uma técnica executada exclusivamente com o polegar e que consiste em três partes: um traço para baixo, um traço para cima, e a execução de uma única nota.
  • Picado ou Picao: consiste em bater as cordas alternadamente com os dedos indicador e médio. Também pode ser feito com outros dedos; por exemplo, alguns guitarristas podem fazer picado com os dedos indicador e anelar, mas isto é bastante incomum.
  • Rasgueo: Quando duas ou mais cordas são feitas para vibrar simultaneamente com os dedos enquanto assumem uma postura na placa de dedos ou no pescoço do instrumento para tocar um acorde.
  • Tremolo: envolve a utilização do polegar para tocar uma única nota grave simultaneamente ou imediatamente seguida pela repetição rápida de uma nota grave tocada com dois (dedos médio e indicador) ou três dedos (anel, médio e indicador).

Alguns tocadores modernos utilizam guitarras clássicas, mas a guitarra flamenca é mais adequada ao género, porque é menos pesada.

Quão importante é o polegar para tocar guitarra flamenca?

É extremamente importante, muito mais do que com a guitarra clássica. A utilização do polegar ao tocar a guitarra flamenca é uma característica distintiva deste género. Os guitarristas ou tocadores normalmente colocam o polegar na ponta e os dedos indicador e médio na corda superior que estão a tocar.Desta forma, conseguem mais poder e sonoridade do que o guitarrista clássico.O guarda-picket, um componente que normalmente não existe na guitarra clássica, actua como um elemento de percussão, típico do flamenco. Enquanto o polegar ainda repousa sobre o topo, o dedo médio repousa sobre o guarda-costas para maior precisão e potência ao depenar o cordel.

Como é que acompanha a dança e a canção com uma guitarra flamenca?

Durante muito tempo, o flamenco a dançar e a cantar não precisava do acompanhamento de uma guitarra especial. Um som de tambor era suficiente para marcar o ritmo. Ainda hoje, muitas canções de flamenco são executadas “a palo seco” (uma cappella), ou seja, sem acompanhamento de guitarra, mas isto está a tornar-se menos comum. A partir dos anos 70, o uso da guitarra flamenca tornou-se mais amplamente reconhecido, em grande parte graças à figura de um dos maiores expoentes do género, Paco de Lucía. O acompanhamento e o tocar de guitarristas flamencos baseia-se tanto nos sistemas de harmonia modal como tonal, e dependendo da interpretação, pode-se falar de

  • Airoso tocando: vivo, rítmico e brilhante, som quase metálico.
  • Toque gitano ou flamenco: profundo e esmagado, com base no uso de zangões baixos e contratiempos.
  • Pastueño tóco: lento e calmo.
  • Tocha de jogo limitada: sem ornamentos supérfluos ou confusão.
  • Tradução virtuosística: com excepcional domínio da técnica, o que significa que corre o risco de cair num efeito excessivo.
  • Pouco toque: pobre em meios técnicos e expressivos.
  • Tacto frio: falta de profundidade e nitidez.

As cordas de nylon usadas em guitarras flamencas?

Sim, tal como as guitarras clássicas, as guitarras flamencas também usam cordas de nylon. São muito duráveis, têm uma grande longevidade, e podem também absorver a carga de choque. São também mais flexíveis que outros materiais e podem ser armazenados devido à sua resistência à humidade e aos solventes orgânicos ácidos e alcalinos. Um material mais duro do que o nylon poderia danificar o mastro de madeira. Por outro lado, as cordas de nylon são as cordas mais macias que se podem encontrar e, portanto, as menos resistentes a depenar, a enfiar, e a enfiar. Algumas cordas de guitarra flamenca utilizam materiais derivados do nylon, mas têm as mesmas vantagens que as acima mencionadas.Paco de LuciaSpanish flamenco músico, guitarrista e compositor.A guitarra deu-me a capacidade de me expressar para o resto do mundo sem usar palavras.

Porquê muitas guitarras flamencas têm pré-amplificação?

Muitas guitarras flamencas já possuem sistemas de pré-amplificação, que são microfones ou sistemas eléctricos para melhorar o som do instrumento. Os pré-amplificadores são utilizados para ligar a guitarra a um sistema de som externo. As guitarras flamencas não têm normalmente um volume de som muito elevado, por isso, isto é útil para concertos. Alguns destes pré-amplificadores de microfone incluem também um afinador e equalizador digital. A primeira é utilizada para tensionar correctamente as cordas para definir o tom que necessitam para tocar correctamente. O equalizador permite-lhe ajustar os agudos, médios ou baixos da guitarra flamenca, dependendo da performance que pretende.

critérios de compra

Flamenco é um estilo de música que foi exportado de Portugal para o mundo inteiro devido ao seu poder emocional, popularidade e valor cultural. Com a guitarra flamenca certa, pode aproximar-se do género e aprender a tocar as suas muitas melodias. No entanto, para fazer a escolha certa, é necessário considerar alguns critérios de compra que o guiarão para a melhor guitarra possível.

  • Materiais de Fabrico
  • Local de fabrico
  • Simplificação
  • Strings

Materiais de construção

As guitarras Flamenco não são construídas da mesma forma que as guitarras clássicas. Uma das características da sua estrutura é que são utilizadas diferentes madeiras para a sua fabricação. Portanto, ao escolher o seu instrumento, certifique-se de que é o bosque certo. Geralmente, os melhores são o abeto alemão, o cipreste, o ébano e o cedro. Ter cuidado com o material plástico.As guitarras Flamenco não são construídas da mesma forma que as guitarras clássicas. Uma das características da sua estrutura é que são utilizadas diferentes madeiras para a sua fabricação.

Herkunft

O Flamenco é um género eminentemente português, embora se tenha tornado popular em várias partes do mundo actualmente. A região da Andaluzia é especialista no fabrico e concepção de guitarras flamencas. Portanto, certifique-se de que a guitarra que escolhe é feita por fabricantes locais para que não caia em imitações ou réplicas inferiores.

Simplificação

Uma das coisas que distingue as guitarras flamencas é o som profundo que elas produzem. Se estiver a pensar em concertos ou actuações ao vivo, espere que seja muito silencioso. Portanto, considere modelos com sistemas de pré-amplificação que o ajudarão a aumentar o volume. Se também incluírem um afinador e equalizador, tanto melhor.

Strings

As cordas são o componente da guitarra flamenca que mais entra em contacto com as suas mãos. As cordas de nylon são as melhores para este tipo de guitarra, uma vez que são confortáveis, duráveis e não danificam a madeira do pescoço. Deve-se evitar a todo o custo os de metal ou aço. É também importante que a tensão das cordas seja adequada ao jogo.As cordas são o componente da guitarra flamenca que mais entra em contacto com as suas mãos.

Summary

A guitarra flamenca é um instrumento depenado utilizado para acompanhar o canto e a dança de um dos géneros mais populares e culturalmente valiosos em toda a Portugal: o flamenco. Embora à primeira vista possa não parecer muito diferente de uma guitarra clássica, existem algumas diferenças no design, construção, e materiais de fabrico.Há diferentes maneiras de tocar a guitarra flamenca. Os guitarristas, chamados tocaores, geralmente cruzam as pernas e colocam a guitarra na perna superior de modo a que o pescoço fique quase horizontal no chão. O instrumento não soa tão alto como as guitarras clássicas, pelo que normalmente têm sistemas de pré-amplificação.Se gostou deste artigo, partilhe-o com os seus contactos para que outros possam aprender tudo sobre guitarras flamencas. Certamente, muitas pessoas podem beneficiar desta informação antes de efectuarem a sua compra. Se desejar, pode também deixar-nos um comentário e responderemos o mais rapidamente possível, obrigado!

Por que podes confiar em mim?jornalista e copy editorSou tradutor especializado e filólogo, editor e jornalista, e tenho trabalhado em comunicações durante dez anos. Tanto na edição como no meio académico, gosto de trabalhar na manutenção da língua portuguêsa e na transmissão fiel de informação precisa, rigorosa e orientada para o leitor.

Deixe um comentário